Palestra: Eletrônica + Design = Profissional do Século XXI

divulgacao002

 

Uma introdução ao Design Thinking e provocações sobre a relação entre tecnologia e design no século XXI para estudantes da tradicional Escola Técnica de Eletrônica (ETE) de Santa Rita do Sapucaí-MG.

Apresentação foi parte da programação do PROJETE 2014.

audiencia

auditorio

Santa Rita

A Human Centered Approach for Design for Services, by Anna Meroni

ANNA MERONI, PhD, is a scholar and professor in Service and Strategic Design at Politecnico di Milano. She works on design activism, social innovation and sustainability, with a specific focus on food and housing systems. In her talk she introduces and discusses a framework of how design for services can operate in conjunction with other disciplines and competences.

Fonte: MEDEA – Malmo University

Imagem de Amostra do You Tube

Interfaces ficcionais

Do filme Prometheus (2012)

O mundo (ou seria universo?) das interfaces criadas como coadjuvantes nos filmes de ficção científica é realmente fascinante.

O site Inventing Interfaces é especializado em analisá-las.

E as discussões são bem interessantes. Por exemplo:

“I’ve noticed that UIs in feature films are continually getting more elaborate and complex. Meanwhile, though, real-world interfaces are getting more simple and intuitive. It seems an odd contradiction that the futuristic UIs we dream up for movies follow one path, while real world ones are heading down another path.

But the reason for this is simple. Complexity conveys the impression that a system is very robust and advanced, and a character’s mastery of a complex system is more impressive than it would be if the system were simple and intuitive. No matter how complex the system gets, the hero can always operate it expertly, leaving the audience dazzled by the UI and the character’s skill. In the real world, though, users are more often like Mr. Magoo than like Tony Stark or an MI5 agent. So while high-aptitude, heavily trained users might be the fantasy world for UX professionals, it’s not the world we live in. The trend toward complexity in movie UIs doesn’t give us much of a preview of the world to come.”

Tony Walt, em What Movie UIs Say About the Future

 

Faz sentido, não?

The Web Design Index n. 8

No longínquo ano de 2008, quando atuava como webdesigner na Agência Digitale em Campinas, tive oportunidade de participar do projeto do site do Mestre Tilico, técnico da seleção brasileira de Taekwondo.

Pois bem, este trabalho foi reconhecido pela prestigiada The Web Design Index, na 8ª edição deste catálogo internacional de referências de webdesign.

Neste job fui responsável pela desenvolvimento da linha criativa estabelecida por Manoel Carneiro e Samuel Leite, além de implementar toda a animação em Flash. E, claro, programação do Rogério Gonçalves. Uma bela experiência que agora recebe reconhecimento internacional. Parabéns aos envolvidos.

evolution

O Design Versátil sempre foi um espaço dinâmico, reflexo de minhas inquietações.

Esta já é a quarta ou quinta versão dele e nos últimos tempo a mistura de posts pessoais e profissionais vinha me incomodando.

Assim, esta Páscoa – passagem – marca uma evolução.

A partir de hoje, os posts mais pessoais/experimentais serão postados no Tumblr (cerasoli.tumblr.com), ao passo que o Design Versátil se concentrará em temas relacionados com a arquitetura da informação, experiência do usuário (UX, de “user experience”) e portfólio profissional.

Que assim seja.